O tenente-coronel Silvio Roberto Lisboa, 44 anos, completou nesta quarta-feira (14), um ano à frente do comando do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), que tem abrangência em seis municípios da Amurel: Tubarão, Capivari de Baixo, Pedras Grandes, Jaguaruna, Treze de Maio e Sangão. Neste período, foram diversas ações de sua corporação na região.

Em reunião, ele explicou de que maneira a polícia tem contribuindo para a queda do número de violência.”Neste período só temos a agradecer, sobretudo a parceria que a Polícia Militar tem em Tubarão e região. Esta parceria são em duas frentes, a primeira do empenho dos policias militares na resolução dos problemas que se apresentam. Temos um grupo muito fechado, coeso e comprometido. E a segunda com o município, os empresários e a própria mídia nos ajudam muito. Quando assumimos era um assalto a mão armada a cada dois dias, isso causou um desespero na cidade, mas foi uma fase. Realizamos um trabalho influenciado, as questões das barreiras e continuaremos fazendo esse procedimento que deu certo”  pontua.

Sobre o uso da tecnologia, o tenente-coronel afirma que as ferramentas são aliadas importantes para a apuração e solução dos problemas. Ele conta que desde 2015 a PM tem utilizado com mais frequência este sistema. “Além de contarmos com a tecnologia temos uma participação mais efetiva da população por meio da Rede de Vizinhos, o Proerd, a Bike Patrulha. No entanto, este primeiro tem nos dado números satisfatórios, porque os furtos e roubos que ocorriam tem diminuído, com esse sistema bem montado e mais efetivo tem nos dado bons frutos”, assegura.

Além da função no 5º BPM, Lisboa leciona na Unisul, as disciplinas de criminologia e direito penal. “Proponho-me, junto com os alunos nas monografias, a explorar quem são os criminosos, dia, hora e local que determinados crimes são cometidos isso cientificamente na universidade. No 5º Batalhão, dispomos de ferramentas muito poderosas, que nos dão o perfil de qualquer criminoso na cidade, o que foi e a tendência para ser. E, sobretudo, uma determinada ferramenta nos fornece a possibilidade no mapa, aonde que precisamos atacar mais”, finaliza.