Criciúma

Após uma sensação térmica de aproximadamente 45 º C, na tarde desta terça-feira (15), um  forte temporal de verão, com muitos raios, caiu sobre Criciúma. “Com essa chuva, fica complicado ir até a rodoviária”, comentou Renan Marques, de 19 anos, que se abrigou em um prédio, na região central, para escapar da forte precipitação, acompanhada de raios.

A região central foi muito afetada, com grandes quantidades de água acumuladas nas ruas. O Tigre, inclusive, terminou o treino mais cedo devido aos raios e trovoadas. A previsão do tempo indica que novos temporais devem acontecer durante essa semana devido às altas temperaturas.

Avenida Centenário se torna rio

A Avenida Centenário, na altura no Bairro São Cristóvão, ficou completamente alagada, formando, inclusive, correnteza. As pessoas que se arriscavam a andar na rua, precisaram ter cuidados devido à força da chuva. Os carros, por sua vez, precisaram andar pela faixa exclusiva do ônibus.

Unidades sem energia

Com a grande quantidade de raios, que também caiu sobre a região, a energia foi prejudicada. Em Criciúma, segundo dados da Celesc, por volta das 18h, 18.154 unidades consumidoras estavam sem luz. Já em Içara, 660 casas ficaram no escuro. Em Nova Veneza, 1804 residências ficaram sem energia.

Canal auxiliar não dá vazão à água

Pontos conhecidos por alagarem antes da construção do canal auxiliar do Rio Criciúma voltaram a registrar alagamentos. Na região da Praça Nereu Ramos e nas proximidades da Rua Henrique Lage, por onde passa a obra, foram somados pontos de acúmulo de água.

Nas proximidades da rodoviária os incidentes também voltaram a acontecer.

A secretária de Infraestrutura e Mobilidade Urbana de Criciúma, Kátia Smielevski, informou que as equipes da prefeitura estão vistoriando os locais e que, por ora, ainda não há explicações para os alagamentos na região cortada pelo canal.