#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camiseta verde
#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camiseta verde

O treinador de vôlei do André Wilson Testa, de 31 anos, foi preso acusado de estupro de vulnerável e abuso sexual contra atletas. Ele atuava em uma associação desportiva de São José, na Grande Florianópolis.

A associação é financiada pela prefeitura de São José. O acusado estava afastado do comando da equipe desde maio, quando teve início as denúncias. Alguns crimes são datados de 2017.

Uma das supostas vítimas relatou que o técnico é uma pessoa muito persuasiva e que foi abusado na residência do profissional de vôlei. Outro jovem foi ao restaurante com o acusado, ingeriu bebida alcóolica e foi estuprado.

Segundo um jovem e ex-atleta do clube, o técnico fazia brincadeiras como se fosse bem íntimo do grupo. “Ele passava a mão nos atletas, fazia umas brincadeirinhas sexuais e deixava-os constrangidos. Eles ficavam sem jeito, sem reação. Não sabiam o que fazer porque eles o viam como o ‘cara’ né?” afirmou o ex-atleta da equipe.

A defesa de André pontuou que a prisão preventiva foi “inoportuna, desnecessária e ilegal” e que foi baseada em “ilações e conjecturas”. A Associação Terra Firme afirmou que não concorda com esse tipo de situação, nenhum tipo de assédio, físico moral ou sexual.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul