Taiwan se torna o primeiro país da Ásia a legalizar o casamento gay

“O amor triunfou”, declarou a presidente da ilha

O Parlamento de Taiwan legalizou nesta sexta-feira o casamento entre pessoas do mesmo sexo, um fato sem precedentes na Ásia, dois anos depois de uma decisão histórica da mais alta jurisdição da ilha. Os deputados taiwaneses aprovaram a lei que permite que casais do mesmo sexo contraiam “uniões permanentes exclusivas” e uma cláusula para que possam solicitar às agências governamentais o “registro de matrimônio”.

A aprovação, que coloca Taiwan na vanguarda do crescente movimento pelos direitos dos homossexuais na Ásia, é uma vitória importante para a comunidade LGBT no país, que luta há anos para obter direitos iguais dos casais heterossexuais. “Em 17 de maio de 2019, em Taiwan, o amor triunfou”, declarou a presidente Tsai Ing-wen depois de ver uma de suas promessas de campanha cumprida. “Demos um grande passo em direção à igualdade e transformamos Taiwan em um país melhor”, acrescentou ela em um tuite acompanhado pela bandeira do arco-íris.

Em maio de 2017, o Tribunal Constitucional da ilha emitiu uma opinião histórica julgando inconstitucional o fato de privar pessoas do mesmo sexo do direito de se casarem. Ele então deu ao governo até 24 de maio de 2019 para mudar a lei, advertindo que se não fizesse nada, o casamento gay se tornaria legal.