A comerciante Gessiana Maria de Souza acostumou-se com o sistema, mas reclama da instabilidade nos parquímetros
A comerciante Gessiana Maria de Souza acostumou-se com o sistema, mas reclama da instabilidade nos parquímetros

 

Angelica Brunato
Tubarão
 
A partir da próxima semana, todas as ruas que compreendem o primeiro setor do Estacionamento Fácil, em Tubarão, deverão estar com o sistema implantado. Por enquanto, apenas a avenida Marechal Deodoro e parte da Marcolino Martins Cabral possuem os parquímetros em funcionamento.
 
É também na próxima semana que os guardas municipais deverão receber os tablets para ajudar a controlar o estacionamento no centro de Tubarão. “Tivemos alguns problemas com o sistema, por isso o pequeno atraso”, justifica o diretor do consórcio Extran, Sérgio Diniz. 
 
O sistema é implantado por etapas. Mas muita gente reclama da instabilidade dos parquímetros. “Comprei meu cartão há dez dias. Só hoje (ontem) consegui utilizá-lo. Das outras vezes, sempre dava algum erro”, conta a comerciante Gessiana Maria de Souza. O diretor do consórcio, porém, garante que os equipamentos funcionam nas ruas onde o estacionamento está ativado.
 
O Estacionamento Fácil começou a ser implantado no fim do ano passado. A primeira promessa era a de que o sistema estaria em operação já no início deste ano. O atraso na instalação dos parquímetros, segundo Sérgio, foi motivado pelos mais diversos. 
 
“Na verdade, é um conjunto de situações. A chuva atrapalhou, também houve os problemas com os nossos equipamentos”, conta. O valor investido pelo consórcio Extran ultrapassa R$ 1 milhão. ”Ainda não obtivemos lucro com o sistema em Tubarão”, revela Sérgio.
 
Alvo de assaltantes
Alguns parquímetros do Estacionamento Fácil foram alvo de assaltantes, que levaram a fiação de alguns equipamentos. “Não foi algo insignificante. O furto ocorreu nos parquímetros que ainda estão desligados. Mas já aviso que, caso fosse naqueles que já estão em funcionamento, a pessoa poderia ter levado um choque”, revela Sérgio.
 
Vagas e primeiro setor
No total, o Estacionamento Fácil contará com 1.024 vagas de estacionamento no centro de Tubarão. Mas nem todas começam a funcionar ao mesmo tempo. O primeiro setor a entrar em funcionamento será o espaço compreendido entre o Art Hotel e a rua Coronel Collaço (subida para a Catedral), nas ruas Coronel Cabral, e Marechal Deodoro, na avenida Marcolino Martins Cabral – do Art Hotel até o calçadão. 
 
Cartão poderá ser recarregado pela internet
Cada cartão do Estacionamento Fácil custa R$ 3,50, com um bônus de duas horas de estacionamento. O preço da hora será de R$ 1,25. Não haverá tempo de tolerância, e o usuário apenas pagará o que for usado. As recargas só poderão ser feitas nos estabelecimentos credenciados ou no escritório do consórcio, localizado na rua Lauro Müller. Também há a opção de recarga via internet, através do endereço www.estacionamentofacil.com.
 
Horário de funcionamento
O sistema funciona das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, o horário é reduzido das 8 às 12 horas.
 
Multas
As multas serão expedidas pela Guarda Municipal de Tubarão. O valor será de R$ 53,20. Nenhuma porcentagem deste valor será destinada para o consórcio Extran. “Nosso lucro virá apenas do uso do estacionamento. Seria ilegal usar o dinheiro da multa”, explica o diretor do consórcio Sérgio Diniz.