Poucas horas depois de ter sido beneficiada com a saída temporária de fim de ano, Suzane von Richthofen, 35 anos, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais,  foi levada de volta para a prisão após ser flagrada em uma festa na tarde deste sábado (22), em Taubaté (SP).

Ela havia deixado a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, por volta das 8h10min, e deveria, de acordo com as regras do benefício, seguir direto ao endereço informado à Vara de Execuções Criminais. Suzane havia informado que iria para a cidade de Angatuba, onde declarou residência. 

Durante a tarde, entretanto, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de que ela estaria em uma festa de casamento em Taubaté, cidade vizinha a Tremembé, e fez o flagrante. Por descumprir as regras da saída temporária, Suzane foi levada de volta ao presídio, onde chegou às 16h55min. 

Agora, a Justiça irá definir se a detenta perde a saída temporária ou não. Se for punida, ela perde os 10 dias de liberdade que teria.