Zahyra Mattar
Tubarão

É surpreendente a melhora do médico e ex-senador tubaronense Geraldo Althoff (DEM). Ele deu um susto na família sábado. Com dores no peito, o político teve um princípio de infarto e foi levado às pressas para o Hospital Socimed, onde ainda continua internado.

Conforme o boletim médico divulgado ontem, ele é tratado para síndrome coronariana aguda. Althoff passou por um cateterismo. O resultado, felizmente, não acusou maiores problemas, já que não foi observado nenhum tipo de obstrução.

“Acreditamos que este susto seja decorrência de um pouco de estresse e muito trabalho”, informa o sobrinho Rodrigo Althoff. O ex-senador ficou em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Socimed até ontem, quando foi transferido para um quarto.

Não há previsão de alta, ainda que o seu quadro, conforme a equipe médica – formada pelos médicos Ana Cláudia Duarte Rodrigues, Eduardo Paiva Godinho e Rafael Lichtenfels Schmitz – seja considerado estável.

Bertoncini continuará a trabalhar em casa

Também vítima de um princípio de infarto na semana passado, o prefeito de Tubarão, Manoel Bertoncini (PSDB), segue em recuperação em casa. Ele passou por uma angioplastia para a colocação de um stent. O procedimento foi feito no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), na última quinta-feira.

Apesar de ter recebido alta médica sexta-feira, Bertoncini continuará em casa nesta semana por ordens médicas. Não há previsão de quando ele retornará, por completo, às atividades na prefeitura.

Ainda assim, Bertoncini segue a despachar de casa os documentos mais importantes e urgentes. Nesta semana, ele passará por novas avaliações. Segundo os médicos, o mal súbito não tem nenhuma ligação com o tratamento oncológico que o prefeito realiza há quase dois anos.