Um perfil criado nas redes sociais é alvo de investigações da Polícia Civil. Por trás de um nome feminino havia um homem, de 25 anos, que adicionava meninas da região. O trabalho investigativo iniciou há seis meses através da delegacia da Comarca de Urussanga. Pais de ao menos duas adolescentes registraram boletim de ocorrência sobre o caso.

Conforme o delegado Marcelo Viana, o criminoso conseguia intimidade com as meninas e pedia fotos das vítimas sem roupas. Ele foi encontrado na sexta-feira, em Içara, e preso em flagrante por manter, adquirir e possuir estas imagens no aparelho celular.

Por enquanto, sabe-se apenas sobre as duas meninas de Urussanga. No entanto, o celular passará por uma perícia. “Havia fotos de diversas adolescentes no aparelho. Não dá para estimar o número total de vítimas”, aponta o delegado.

O criminoso foi encaminhado à delegacia. Porém, como o crime permite o pagamento de fiança, ele está em liberdade. “Estamos trabalhando para finalizar o inquérito e indiciá-lo”, explica o delegado.