O Instituto de Meio Ambiente (IMA) de Santa Catarina divulgou na sexta-feira o primeiro relatório de balneabilidade do estado. Esse é a quinta lista disponibilizada pelo órgão nessa temporada e o objetivo é informar a população sobre os locais onde a água está própria e onde está imprópria para banho. 

As coletas de amostras de água foram feitas entre 2 e 4 de janeiro e o resultado foi de que 72,4% do litoral catarinense estão de acordo com os índices estabelecidos. Em relação às praias do Sul Catarinense, dos 40 pontos analisados, apenas três foram considerados impróprios para banho.

Em Balneário Arroio do Silva fica um desses pontos, localizado 100 metros ao sul do arroio. Esse é o único dos quatro locais analisados na cidade em que foi detectado o problema. Ao lado, em Araranguá, o ponto onde foi coletada a água, em na praia de Morro dos Conventos, o resultado foi de local próprio.

Mais ao sul, em Balneário Gaivota, as duas localidades que receberam a visita dos fiscais do IMA foram consideradas em condições de balneabilidade. Diferente de Passo de Torres, na divisa com o Rio Grande do Sul, onde um dos dois pontos foi considerado impróprio e está localizado no Braço Morto do Rio Mampituba, próximo à ponte.

Balneário Rincão 100%

O relatório trouxe, ainda, uma boa notícia para os veranistas do Balneário Rincão. A praia que mais recebe criciumenses na temporada teve oito pontos analisados e todos eles foram considerados em condições de receber banhistas. A foz do arroio, que no terceiro relatório aparecia como impróprio, mudou de situação para próprio desde o relatório da semana passada e segue assim.

Outro ponto que estava impróprio e agora foi liberado é o Canal do Camacho, em Jaguaruna. A cidade possui mais dois pontos analisados, todos próprios. Quem também passou com 100% no teste foram os cinco pontos de Garopaba e os oito pontos de Imbituba. 

Mar Grosso liberado 

Uma das grandes expectativas para esse novo relatório era em relação à Praia do Mar Grosso em Laguna. O local vem sofrendo com emissões irregulares de esgoto na rede pluvial desde o período de réveillon e um esforço conjunto entre Casan, Prefeitura e outros órgãos está em busca de corrigir o problema que afeta milhares de veranistas.

Apesar disso, o ponto da Praia do Mar Grosso foi considerado próprio para banho no relatório do IMA. A coleta foi realizada no dia 3. Dos sete locais analisados na cidade, o único impróprio foi a Prainha do Farol, ponto que anteriormente havia sido avaliado positivamente.