Até domingo, participantes se reúnem na Unisul para desenvolver projetos inovadores

Tubarão

Pela primeira vez, Tubarão sedia um dos maiores eventos de empreendedorismo do mundo: o Startup Weekend, que começa hoje e segue até o domingo, no UniParque/Unisul, no segundo andar do Shopping Unisul.
O credenciamento será às 18 horas de hoje e, logo depois, às 19 horas, ocorre a abertura do evento. Com cerca de 80 pessoas já inscritas, a meta de 90 participantes, estipulada pelos organizadores, está perto de ser atingida. A inscrição custa R$ 100, mas, acessando um cupom na Fanpage, os interessados podem obter um desconto de 30%. O evento é sem fins lucrativos.
O local da abertura e credenciamento será no auditório 211, do bloco Pedagógico, na Unisul. Na sexta-feira, o evento começa com os participantes tendo um minuto para apresentar sua ideia. Serão escolhidas as melhores, as quais irão ser desenvolvidas pelas equipes ao longo do fim de semana. Os grupos estarão divididos em três grandes áreas: desenvolvedores, designers e negócios.
Os trabalhos terminarão somente no domingo com a apresentação dos negócios a partir das 17 horas e a divulgação dos melhores da edição do Startup Weekend Tubarão.
Os participantes terão como objetivo criar startups focadas na identificação de um nicho e dos problemas reais do mercado. Eles desenvolverão empresas e marcas, criarão aplicativos, sites, páginas e hardwares, aplicarão questionamentos e estudarão a viabilidade do negócio. Trata-se de uma oportunidade para tirar uma ideia do papel, conhecer novos parceiros e iniciar um negócio.

Participantes terão a ajuda de profissionais
O Startup Weekend pretende oportunizar aos participantes a compreensão do caminho entre uma ideia de negócio até a execução final do projeto. Para isso, eles contarão com a ajuda de especialistas em design, desenvolvimento, marketing e administração.
Os organizadores fazem parte do Comitê de Implantação do Centro de Inovação. Segundo Giovani Bernardo, um dos organizadores, o evento está sendo planejado para fomentar o empreendedorismo digital na cidade. “Queremos desenvolver a cultura da inovação”, diz.