Carolina Carradore
Lauro Müller

Em dezembro do ano passado, o Notisul mostrou o drama da costureira Ivone Aparecida de Carvalho, 50 anos, que luta com todas as forças para salvar a vida da filha adotiva Vitória Carvalho, 4 anos, que sofre de múltipla esclerose cerebral. A costureira, moradora de Lauro Müller, mais uma vez pede ajuda à comunidade para continuar o tratamento da filha.

Há cerca de 20 dias, segundo Ivone, a prefeitura deixou de fornecer a alimentação especial de Vitória. Desde então, Ivone tem se virado de todas as formas para comprar as latas de Nutren Júnior (leite especial). Cada uma custa, em média, R$ 42,00. A mãe chegou a vender duas máquinas de costura para manter a alimentação e a fisioterapia em casa. A secretária-adjunta de saúde de Lauro Müller, Daníria Souza Rocha, afirmou ontem que houve uma atraso por parte do fornecedor do leite, mas que hoje o problema será solucionado.

A luta de Ivone agora é para conseguir uma nova cirurgia para a filha. Na quarta-feira da próxima semana, as duas viajam para Florianópolis, onde a menina será submetida a exames para a realização de cirurgia que livrará o coração do pulmão. “Caso não consiga essa operação na capital, teremos que ir até Brasília. Nem sei mais quando voltaremos para casa”, conta Ivone, que precisa da solidariedade humana para arcar com custos de alimentação, fraldas, hospedagem e outras despesas com a viagem.

Vitória luta pela vida desde os nove meses, época em que foi abandonada pela mãe biológica, dentro de um quarto de uma casa de prostituição. “Essa cirurgia é primordial para manter minha filha viva. Preciso muito de ajuda”, pede.

Auxílio
Os interessados em ajudar a pequena Vitória podem entrar em contato pelo telefone (48) 3464-7130. Doações podem ser feitas por meio da conta poupança nº 54054-1, agência 361, Bradesco. A conta está em nome do filho de Ivone, Jalmir Custódio Júnior.