Tubarão

A família do menino Davi Cardoso Fernandes, de 6 anos, morador do bairro São Clemente, em Tubarão, faz uma campanha para garantir recursos para o tratamento médico da criança diagnosticada com lesões no cérebro. Por meio da Conta Corrente 01093034-4, agência 3339. A conta esta no nome do pai do garoto, Ebert Madeira Fernandes, no banco Santander, eles pretendem arrecadar um montante que possa ajudá-los com passagens e tratamento entre R$1,5 a 2 mil por mês.

Conforme Ebert, o garoto teve meningite meningocócica e Adem ( A Adem é a doença desmielinizante do Sistema Nervoso Central (SNC), monofásica, precedida em até 75% dos casos por uma infecção viral ou bacteriana, a maioria por infecções não específicas do trato respiratório) aos 10 meses. No ano passado, ele teve uma convulsão, que ocasionou em uma parada cardiorrespiratória.

 “Por meio de uma ressonância magnética descobrimos que o Davi teve oito lesões no cérebro. Temos buscado o melhor tratamento para ele, mas ainda não obtivemos os resultados, que são realizados por um neuropediatra em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul”, conta.

De acordo com Ebert, o menino tem crises quase todos os dias. “Nesta sexta-feira faz um ano que o meu filho teve a sua maior crise de epilepsia.  Recentemente conseguimos um encaminhamento para um especialista em epilepsia, em Porto Alegre. Tivemos uma consulta nesta quarta-feira e temos que voltar algumas vezes. Estamos confiantes, que estamos próximos de um tratamento que diminua as crises do Davi. São quatro ou cinco por semana”, expõe.

O menino precisa ser monitorado durante todo o dia respirar com ajuda de um aparelho, devido às convulsões. “Davi é uma criança que requer 100% de atenção. Pedimos a colaboração das pessoas porque precisamos ir para o Estado vizinho de uma a duas vezes no mês. Estamos buscando a melhora da saúde do meu filho”, assegura Ebert que é pai de mais dois meninos.