#ParaTodosVerem Na foto, moradores de uma área onde houve um deslizamento de terras, no Recife, tentam encontrar pessoas soterradas
Grupos formados por membros do Exército, Corpo de Bombeiros Militar e moradores tentam encontrar os desaparecidos em meio aos escombros - Foto: Diego Nigro | Prefeitura de Recife | Divulgação

O número de mortes pelas fortes chuvas que atingem a região metropolitana do Recife chegou a 44 neste domingo (29). A atualização foi feita pela comitiva de ministros do governo federal que estão no Estado para dar assistência aos afetados. Ministro do desenvolvimento regional, Daniel Ferreira também confirmou que foram registrados 56 casos de desaparecidos, 25 feridos, 3.957 desabrigados e 533 desalojados, principalmente nos municípios da Região Metropolitana e na Zona da Mata Norte. “Uma equipe da Defesa Civil Nacional vai permanecer no Recife para auxiliar as autoridades locais nos próximos passos”, antecipou.

Nove municípios já decretaram situação de emergência, entre eles a capital, Recife. As chuvas castigam o estado desde a segunda-feira (23) e a primeira morte foi registrada na quarta-feira (25). Grupos formados por membros do Exército, Corpo de Bombeiros Militar e moradores realizam buscas pelas regiões afetadas para tentar encontrar os desaparecidos. Em todo o Estado, 15 barragens do Grande Recife, Agreste e Zona da Mata estavam vertendo neste domingo. A situação preocupa as autoridades locais, pois podem ocorrer inundações de maneira rápida e inesperada. A previsão para o longo da semana é que continue chovendo em todo o Estado.

Fonte: Agência Brasil e Prefeitura de Recife
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul