O Corpo de Bombeiros confirmou, na tarde deste sábado (8), que subiu para 5 o número de mortos na queda de uma estrutura rochosa sobre lanchas, na região dos cânions de Capitólio, a 293 km de Belo Horizonte. O coronel Edgard Estevo confirmou que a corporação estima que 20 pessoas estão desaparecidas.

Ainda segundo o militar, três pessoas foram socorridas com ferimentos para um hospital de Passos, três vítimas foram levadas para São João da Barra e outras duas para Pium-í. Ao todo, 23 banhistas foram atendidos em Capitólio e liberados.

Cerca de 40 bombeiros estão empenhados nas buscas pelos desaparecidos.  De acordo com Estevo, os mergulhos não devem ser feitos no período noturno por questões de segurança.

Governador Zema

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se solidarizou com as famílias das vítimas mortas no acidente. “Sofremos hoje a dor de uma tragédia em nosso Estado, devido às fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um paredão de pedras no lago de Furnas, em Capitólio. O Governo de Minas está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Os trabalhos de resgate ainda estão em andamento. Solidarizo com as famílias neste difícil momento. Seguiremos atuando para fornecer o apoio e amparo necessários”, escreveu o político.

Fonte: Correio do Povo