A semana inicia com 4.679 vagas de emprego disponíveis em Santa Catarina. A informação é do Sistema Nacional do Emprego de Santa Catarina (Sine/SC), integrado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE).

As oportunidades estão espalhadas em diversas áreas, em mais de 50 unidades instaladas no estado. Para as pessoas com deficiência (PCDs) estão sendo intermediados 127 postos de trabalho.

O município com mais vagas abertas continua sendo São Miguel do Oeste. A unidade dispõe de 934 oportunidades. O cargo de auxiliar de linha de produção é o que tem mais ofertas, com mais de 450. Para operador de processo de produção são 200.

Outro município em destaque, também no Oeste catarinense, é Concórdia, que possui cerca de 540 postos abertos. Do total da região, mais de 250 oportunidades são para o ramo da indústria. Há ainda vagas para açougueiro, auxiliar administrativo, carpinteiro, eletricista, enfermeiro, garçom, mecânico, vendedor, soldador, entre outras.

Chegando ao Sul do Estado, o município com mais vagas em aberto é Tubarão, com 257, sendo 5 para PCDs. A construção civil puxa o maior número de ofertas na cidade, com mais de 155 oportunidades. Mas também há oportunidades para vigilante, vendedor, manicure, farmacêutico, costureira, entre muitas outras.

Em Brusque, no Médio Vale do Itajaí, são 430 vagas, sendo 15 para PCDs. Destas, cerca de 110 são destinadas às funções de costureira, dobrador, entre outras do ramo. Existem ainda oportunidades para os segmentos da construção civil, comércio e serviços.

No Planalto Norte, o destaque fica com Itaiópolis, com 218 vagas abertas. Destas, 100 são para costureira, outras 70 para auxiliar de linha de produção e operador de processo de produção, 49 para pedreiro e servente de obra, além de outras oportunidades disponíveis.
Como se candidatar

Para consultar as vagas disponíveis na sua cidade ou se candidatar, basta acessar o aplicativo Sine Fácil que pode ser baixado gratuitamente pela Play Store ou Apple Store, ou pelo site https://empregabrasil.mte.gov.br/.

 

Sem acesso digital

Para quem não tem acesso à internet e necessita fazer um cadastro presencial, deve agendar um atendimento por telefone da unidade do Sine mais próxima.

No dia agendado é necessário que a pessoa leve a carteira de trabalho, identidade, CPF, comprovante de escolaridade, comprovante de endereço com CEP e certificados de cursos (caso tenha). Os documentos precisam ser originais.

Após fazer o cadastro, o candidato vai ter seus dados armazenados em um sistema e, caso mude de cidade, só precisa atualizar o endereço.

 

Fonte: Governo de SC

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul