Dirigentes de sindicatos da região da Amurel, das categorias da Educação Pública e Particular, Alimentação, Eletricitários, Comerciários, Saúde, Panificação, Ferroviários e Agricultura Familiar, reuniram-se para organizar as atividades preparatórias para a greve geral de 28 de abril.

O encontro ocorreu nesta segunda-feira na sede do Sindicato dos Professores e Auxiliares de Ensino da Rede Particular (Sinpaaet), em Tubarão. A greve ocorre em protesto contra as reformas Trabalhista e Previdenciária propostas pelo governo federal. O movimento sindical regional tem concentrado as atividades de protesto em Tubarão por ser a maior cidade da Amurel.

“Caso sejam aprovadas as mudanças propostas pelo governo na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), haverá queda considerável da qualidade de vida da população trabalhadora de Tubarão e região, porque as novas regras trabalhistas são prejudiciais para assalariados, como no caso das negociações entre trabalhadores e empresas, que passarão a valer mais que a legislação em vigor”, avalia comunicado do movimento.

Foto: Divulgação/Portal Notisul