Wagner da Silva
Braço do Norte

A maioria dos associados ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Braço do Norte decidiu, sexta-feira, em eleição, pela permanência de Adriano Shurhoff na presidência da instituição. Apesar de apenas uma chapa estar inscrita, mais de 250 associados, dos 498 aptos ao voto, estiveram na sede da entidade, das 8 às 17 horas, para exercer o seu direito.

Surpreso pelo número de votantes, Adriano acredita que a decisão dos associados, demonstra o bom andamento do trabalho desenvolvido. “Os associados que compareceram à eleição deram um voto de confiança e esperamos continuar no caminho certo”, salienta.

Nos quatro anos como presidente, Adriano pontua algumas vitórias. Entre elas, a permanência da Epagri no município e o programa de apoio à habitação rural Nova Morada, que oferece acompanhamento na área administrativa, além do projeto piloto Produtor 10 e a implantação do sistema de assistência médica e odontológica, entre outros serviços. “Tivemos também as lutas junto à federação para oferecer financiamento, com juros mais baixos a todos da área rural. Nos preocupamos com a propriedade rural”, observa Adriano.

Uma das mais importantes ações terá visibilidade a partir deste ano. É o custeio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), uma parceria com o Banco do Brasil, que passa a ser realizado pelo sindicato. “O associado só vai ao banco para buscar o valor financiado”, explica Adriano.

Metas
Para os próximos quatro anos, o presidente coloca como meta levar a comunicação às famílias rurais e buscar maior número de associados. “A comunicação é importante para que as gerações permaneçam na atividade”, informa.

Outro projeto é a oferta de um plano de previdência aos associados. “Queremos aproximar o assalariado rural do sindicato. A classe está esquecida e queremos trabalhar em favor dela, para que possa usufruir dos benefícios oferecidos por nós”, argumenta.