Recentemente, uma professora de 49 anos, de Siderópolis, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) contra uma aluna de 16 anos. De acordo com a docente, a discente a agrediu em sala de aula. Segundo a profissional de educação, ela pediu que a estudante guardasse o celular.

A professora relatou que a jovem a feriu no pescoço. Conforme a docente o estatuto da instituição de ensino proíbe o uso do aparelho em sala de aula. A profissional de educação realizou exame de corpo de delito. A Polícia Civil investiga o caso.

A garota é aluna do oitavo ano do ensino fundamental na Escola Municipal Miguel Lazzarin. O caso seguirá em segredo de Justiça, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente. Em nota, a prefeitura de Siderópolis informou  que a aluna foi afastada da escola, e que ainda analisa outras medidas a serem tomadas.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Com informações do G1