#Pracegover Foto: na imagem há o prédio da Câmara de Vereadores de Laguna. O prédio possui dois pavimentos, é pintado de amarelo e está cercado
#Pracegover Foto: na imagem há o prédio da Câmara de Vereadores de Laguna. O prédio possui dois pavimentos, é pintado de amarelo e está cercado

A Câmara de Vereadores de Laguna não terá sessão ordinária ou extraordinária nesta terça-feira (29). O motivo é que por causa da Operação Seival 2, as reuniões na Casa Legislativa seguem suspensas por determinação do poder Judiciário. A segunda fase da operação foi deflagrada na última quinta-feira (24).

Os treze legisladores não podem acessar as instalações da Câmara. A ordem judicial foi tomada para evitar possíveis interferências dos parlamentares no processo investigativo. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos gabinetes de alguns vereadores e ao menos quatro deles tiveram os celulares recolhidos para serem analisados.

Três legisladores foram presos, o presidente da Câmara, Valdomiro Barbosa de Andrade, Thiago Duarte e Cleosmar Fernandes. Os três do MDB. Duarte compõe a chapa para majoritária das eleições municipais de 2020 com o atual prefeito, Mauro Candemil também do MDB. Além dos três vereadores o secretário municipal de Obras, Renato de Oliveira, também foi detido.

A Operação Seival II investiga crimes como: corrupção ativa/passiva, organização criminosa, fraude em licitação, lavagem de dinheiro e peculato. A ação envolve agentes políticos dos Poderes Executivo e também do Legislativo, servidores públicos e empresários. A ação ocorre também em Tubarão, Imbituba, Capivari de Baixo, Imaruí, Florianópolis, Navegantes, Itajaí e Criciúma. As ordens foram expedidas pela Comarca de Laguna e pelo Tribunal de Justiça.

Os profissionais de segurança pública investigam dezenas de contratos firmados pela prefeitura de Laguna com empresários que prestam serviço no município há alguns anos. Há indícios de superfaturamento e não execução das obras e serviços licitados. Há também indicativos de fraudes na licitação do Iprev em 2016.