#Pracegover Na foto, a fachada da prefeitura de Braço o Norte e um profissional fazendo higienização na calçada
Foto: Assessoria de imprensa/Divulgação

O prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino, assinou nesta terça-feira, 2 de fevereiro, a demissão por justa causa de servidor público municipal concursado. A decisão foi tomada através de um processo administrativo, realizado por uma comissão de servidores municipais, instaurado em 2020 para apurar a má conduta do funcionário, incluindo, faltas injustificadas.

Para o prefeito, o ato não é realizado com satisfação, porém, é necessário para dar exemplo. “O contribuinte não pode arcar com o pagamento de servidores que não desejam trabalhar, apenas estarem empregados. Não fazemos isso felizes, mas com consciência de que é o correto a se fazer”.

Esta é a segunda vez que a administração municipal exonera um servidor concursado. A primeira ocorreu em 2017, já na gestão Beto e Ronaldo Fornazza.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul