A canção é divulgada por todo o Estado. Mais de 300 rádios já estão tocando o mais recente trabalho de Fabio Varela.

Tubarão

O cantor sertanejo Fabio Varela lançou recentemente o seu novo single intitulado “Pra quê brigar”. A música conta a história de um homem que questiona a sua namorada, qual o motivo de tantas brigas. E afirma que as discussões não valem à pena. O namorado ainda pede para a mulher não deixar o amor de ambos chegar ao fim.

Em uma semana do lançamento, Fabio conta que a canção tem boa aceitação do público que gosta da letra, da sonoridade imprimida, além, de muitos ouvintes se identificarem com o tema proposto. “A letra é atual. Fomos mais uma vez feliz com a canção de trabalho escolhida. Nos últimos shows percebo que o público tem cantado junto”, destaca.

Além de quatro músicas inéditas, o CD de trabalho de Varela traz diversos clássicos com uma nova ‘roupagem’ que foram sucessos ontem e serão amanhã. ‘Pensa em mim’, de Leandro e Leonardo; É o amor’, de Zezé di Camargo e Luciano; ‘Liguei pra dizer que te amo’, Chico Rey e Paraná e quem nunca cantou em alguma festa, roda de viola ou até mesmo em casa realizando algum trabalho o clássico ‘Evidências’ de Chitãozinho e Xororó? Mais de 35 anos se passaram desde o lançamento e a música dos irmãos continua fazendo sucesso.

O cantor iniciou a sua carreira profissional em 2011, de lá para cá foram inúmeras apresentações em barzinhos, casas de shows pelo estado e fora dele até gravar o primeiro álbum. “Sempre gostei de música e quando pequeno era o Dj das festas e do dia a dia na minha casa com os meus pais. Sou completamente apaixonado por sertanejo de raiz, ouço muito o Trio Parada Dura, Chico Rey e Paraná, Milionário e Zé Rico, além da safra de cantores do final dos anos 80 e início dos 90 como Zezé di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo e recentemente o Gustavo Lima”, conta.

Natural de São Paulo, Fabio veio para Laguna com 14 anos, onde até hoje residem os seus pais. Atualmente com 34 anos, ele mora em Tubarão.

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/Notisul