Depois de mais de oito horas de sequestro, os dois últimos reféns que estavam num bar da Lapa, no Rio de Janeiro, foram liberados, por volta das 22h40 desta sexta-feira (29). O sequestrador foi preso pelos policiais que invadiram o bar e imobilizaram o criminoso com o uso de uma arma de eletrochoque.

O sequestro começou por volta das 14h quando um homem armado com um facão invadiu o Bar da Preta e fez sete pessoas reféns, entre elas, funcionários da Empresa Brasil de Comunicação.

A invasão ao bar teria sido motivada por desavenças entre o sequestrador e a dona do estabelecimento.

“Neste momento, o tomador de reféns está preso e, sob cuidados médicos, será levado à delegacia. Nenhum refém ficou ferido”, disse o porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess.