Na primeira reunião de 2020, a Comissão de Educação do Senado aprovou nesta terça-feira convite para que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, compareça à reunião do colegiado na próxima terça-feira. O titular da pasta deve falar sobre problemas na correção de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Inicialmente, a ideia do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do requerimento, era convocar o ministro, mas a comissão preferiu o convite. Caso ele não compareça, os senadores do colegiado não descartam a possibilidade de convocá-lo.

Depois de reclamações de estudantes, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do Enem, reconheceu que foram encontrados casos de inconsistências na correção de provas do exame. O erro, segundo o Inep, afetou exatamente 5.974 de candidatos, 0,15% dos 3,9 milhões de inscritos que fizeram as provas em 3 e 10 de novembro, e foi provocado pela gráfica responsável pela impressão da prova. O resultado foi divulgado após reparação das notas.