O prefeito em exercício, João Batista de Andrade (PSDB), conversa com o presidente da Area-TB, Thomaz Moojen (E), e o vice-presidente da entidade, Ney Francalacci Bittencourt Filho (D), sobre a organização do seminário sobre a enchente de 74.
O prefeito em exercício, João Batista de Andrade (PSDB), conversa com o presidente da Area-TB, Thomaz Moojen (E), e o vice-presidente da entidade, Ney Francalacci Bittencourt Filho (D), sobre a organização do seminário sobre a enchente de 74.

Tubarão

A organização do seminário que marcará os 37 anos da maior catástrofe que os moradores de Tubarão já enfrentaram, a grande enchente de 1974, pautou uma reunião na prefeitura.


O prefeito em exercício, João Batista de Andrade (PSDB), alinhavou o planejamento do debate, previsto para março do próximo ano, com o presidente da Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos Vale do Rio Tubarão (Area-TB), Thomaz Moojen, e o vice-presidente da entidade, Ney Francalacci Bittencourt Filho.


O evento é realizado anualmente por meio de uma parceria entre a associação, a câmara de vereadores e a Defesa Civil do município. Estão previstas palestras com profissionais renomados, que abordarão temáticas que vão desde uma retrospectiva do fato ocorrido em 1974 até as medidas preventivas para evitar a ocorrência de um novo desastre.

História da cidade
Durante a visita, os representantes da Area-TB aproveitaram para pedir ao prefeito Batista maior atenção quanto ao patrimônio arquitetônico e histórico da cidade. A solicitação é para que a conservação destes bens seja prioridade no novo Plano Diretor de Tubarão.