Foto: Reprodução Youtube

“Iremos fazer uma nova avaliação sobre as restrições em relação ao Covid-19, se nossas ações não surtirem efeito iremos fazer um novo lockdown”, afirma o presidente da Fundação de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol.

A preocupação de Daisson é que aumentou muito o número de internações com casos suspeitos e confirmados de Covid-19.

Tubarão já registra 542 casos confirmados e 7.054 notificados: 14 internados em UTI, 1 em UTI Neonatal e 24 pacientes em enfermaria.

Dos 14 pacientes internados em UTI em tratamento para Covid-19, 1 é de Imbituba, 3 de Tubarão, 1 de São Martinho, 1 de Braço do Norte, 1 de Gravatal e 1 de Capivari de Baixo. Internados com suspeita são: 4 de Tubarão e 2 de Capivari de Capivari de Baixo.

A criança internada na UTI Neonatal é de Tubarão e foi positivada com o vírus.

Dos 24 pacientes em enfermaria em tratamento para Covid-19, 2 são de Tubarão, 1 de Laguna, 1 de Pescaria Brava, 1 de Capivari de Baixo e 1 de São Ludgero. Internados em enfermaria com suspeita do novo coronavírus são: 10 de Tubarão, 1 de Forquilhinha, 2 de Capivari de Baixo, 1 de Santa Rosa de Lima, 1 de Armazém, 1 de Jaguaruna, 1 de Orleans e 1 de Rio Fortuna.

Em um áudio enviado à imprensa neste domingo, Daisson alerta que há poucos leitos de SUS disponível em todo o Estado e em Tubarão não pe diferente.

“Pedimos a colaboração de toda a população que fique em casa se necessário, vá sozinho ao mercado, comércio, ao banco. Evite andar em grande quantidade de pessoas, quanto menos circularmos, menos o vírus vai circular”.