Tubarão

Desde a descentralização do governo em Santa Catarina, em 2003, quando foram criadas e instituídas as secretarias de desenvolvimento regional, os recursos chegaram com maior facilidade aos municípios. Dentro de cada SDR, as cidades formam com conselho e comitês que discutiram e analisaram centenas de projetos para captar recursos em diversas áreas.

Ontem, no salão nobre da Unisul, a equipe da secretaria de desenvolvimento regional em Tubarão, que aglomera as cidades de Tubarão (sede), Capivari de Baixo, Jaguaruna, Treze de Maio, Pedras Grandes, Sangão, Gravatal, apresentou um balanço das ações do estado na região, no Seminário de Avaliação de Resultados.

Em seis anos, mais de R$ 211 milhões foram investidos nos sete municípios que compõem a SDR. “Com o governo mais próximo da população e com a decisão sobre as obras passando pelos prefeitos, vereadores e representantes da sociedade civil, ficou muito mais fácil distribuir os recursos do estado”, destacou o secretário regional, Jairo Cascaes (DEM).

O objetivo do seminário, foi apresentar, em forma de números e demonstrativo de projetos finalizados ou em andamento, os benefícios da descentralização.