Foto: Governo de Santa Catarina.

A taxa de ocupação de leitos em Santa Catarina chegou a 71,2% neste domingo e o Governo do Estado já fala em restrições mais severas para o isolamento social. Algumas cidades do Estado não descartam a possibilidade de um novo lockdown, como já disse o presidente da Fundação de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, atualmente há 1.376 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, dos quais 980 estão ocupados: 363 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. Sobraram somente 396 leitos livres em todo Estado.

A expectativa é que no fim desta segunda-feira, em coletiva de imprensa, o Governador Moisés anuncie as novas medidas de restrição.

Até neste domingo, Santa Catarina já tinha 43.031 pacientes com teste positivo para Covid-19, sendo que 34.473 se recuperaram e 8.061 estão em acompanhamento. A doença respiratória causou 497 óbitos no estado desde o início da pandemia. A taxa de letalidade atual é de 1,15%.

 

Prefeitos da Amurel se encontram com deputados

Neste fim de semana O Comitê Especial que analisa a situação de risco na Amurel decidiu adotar novas medidas  para alinhar os decretos que começaram a vigorar nesta segunda-feira (13). Tubarão ainda está com 100% do índice de ocupação de leitos de UTI destinados ao Covid-19.

E após os novos dados apresentados pelo Governo do Estado, nesta segunda-feira os prefeitos decidiram se reunir com deputados para uma análise mais profunda da situação. E também podem trazer novidades até o fim da tarde.

A região está entre as três com nível “gravíssimo” para a Covid-19, de acordo com o Painel de Avaliação do Risco Potencial de Santa Catarina, e as reuniões têm sido quase que diariamente.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul