#Pracegover foto: na imagem há uma mulher de máscara
#Pracegover foto: na imagem há uma mulher de máscara

Santa Catarina registrou alta taxa de síndrome respiratória aguda grave durante o período de 26 de dezembro de 2021 ao último dia 19 de fevereiro. De acordo com o governo do Estado, o número elevado não é esperado para esta época do ano.

De acordo com boletim da Diretoria d Vigilância Epidemiológica divulgado nesta quinta-feira (24), a época que a doença tende a aumento de casos é entre maio a agosto.

O documento também expõe que o índice de contágio foi maior do que nos anos anteriores. “[O número de casos notificados no período de 26/12/2021 a 19/02/2022 está] muito acima do encontrado nos dois últimos anos (2020 e 2021)”, informa o documento.

A quantidade de pessoas hospitalizadas com síndrome respiratória aguda grave foi 6.979 e, desses, 116 casos foram identificados como Influenza, sendo 115 do tipo A, com 89 da cepa H3N2.

40,4% dos confirmados com Influenza são idosos acima de 60 anos e 26,6% crianças com menos de 10 anos. Ao todo, 19 pessoas morreram da doença, 4 sem comorbidades. Cerca de 78,9% dos óbitos foram de idosos.

Veja os municípios com casos confirmados

  • Blumenau (13 casos);
  • Florianópolis (12 casos);
  • Joinville (8 casos);
  • Balneário Camboriú, Itajaí e Palhoça (7 casos cada);
  • Jaraguá do Sul (6 casos);
  • Lages e São Francisco do Sul (5 casos cada);
  • São José e Videira (4 casos cada);
  • Gaspar, Itapema e Tubarão (3 casos cada);
  • Brusque, Camboriú, Chapecó e Navegantes (2 casos cada);
  • Araranguá, Bom Retiro, Canoinhas, Criciúma, Forquilhinha, Fraiburgo, Içara, Imbituba, Itá, Itaiópolis, Itapoá, Mafra, Massaranduba, Otacílio Costa, Palmitos, Ponte Alta, Salto Veloso, São Bento do Sul, Treze de Maio, Urubici e Balneário Rincão (cada município com 1 caso)

Cuidados

O Dive listou recomendações para proteção individual e coletiva contra a Influenza. Pacientes que apresentam febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo ou na cabeça devem procurar o serviço de saúde.

  • Vacinação anual contra a influenza;
  • Lavar as mãos com frequência;
  • Usar máscara;
  • Evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosa de olhos, nariz e boca;
  • Manter superfícies e objetos que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos limpos com álcool;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.
  • Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

    Fonte: NDMais