A rede estadual encerra o primeiro semestre de um ano letivo atípico e marcado por transformações na educação esta semana, com cerca de 70% dos estudantes frequentando as aulas presenciais. Um semestre que iniciou com muita expectativa com o retorno dos alunos às salas de aula após quase um ano de ensino remoto.

Ao longo do semestre, o Governo do Estado antecipou a vacinação dos profissionais da Educação em Santa Catarina. A imunização deste grupo começou em 26 de maio e nesta semana já alcançou 95% dos professores e todos os trabalhadores da equipe gestora, de alimentação e transporte, que atuam nas escolas e órgãos administrativos de Educação, do Ensino Infantil até do Ensino Superior.

Para acelerar e organizar a vacinação dos profissionais da educação, a SED coordenou a criação do Plano de Vacinação para o grupo e um levantamento inédito com informações sobre todos os trabalhadores do setor no estado. O ‘Censo da Educação Catarinense’ detalhou informações de 201 mil pessoas, entre professores, técnicos, profissionais de limpeza, serviços gerais, alimentação, vigilantes e todos os demais trabalhadores que atuam na educação em Santa Catarina.

O levantamento também será utilizado para planejar e criar políticas públicas para qualificar a educação. O secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, conclui que o semestre letivo teve conquistas e aprendizados importantes para a educação.

“Santa Catarina foi pioneira no retorno às aulas. Conseguimos manter as atividades presenciais, mesmo no auge da pandemia, porque construímos regramentos claros e tínhamos o controle dos dados de contágio nas escolas. Com a vacinação de quase todos os professores, outra conquista para o Estado, os pais e alunos se sentem ainda mais seguros para voltar ao presencial”, disse Vampiro.

O monitoramento de casos suspeitos e confirmados nas escolas estaduais foi realizado por um painel digital e interativo atualizado em tempo real, com informações de professores, estudantes e demais profissionais da rede estadual de ensino. Esses dados eram atualizados diariamente pelos próprios gestores escolares e compilados pela SED, o que possibilitou atuar nas unidades com maior número de casos.

 

Fonte: Gov. de SC

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul