O ano só começou e Santa Catarina já conta com saldo positivo em novas empresas. Isto é o que mostra o Observatório da Junta Comercial de Santa Catarina. Ao todo, 18.253 novos negócios foram abertos no Estado em janeiro, enquanto as extintas totalizaram 6.742, o que corresponde ao saldo de 11.511 empreendimentos no primeiro mês de 2022.

O quantitativo de empresas constituídas representa um aumento de 100% em relação a dezembro de 2021, no qual apresentou um saldo de 5.745 novos negócios.

“Ao observarmos janeiro de 2019, início da gestão do governador Carlos Moisés e, antes do período pandêmico, Santa Catarina apresentou um saldo de 6.636 novas empresas. Se compararmos com o primeiro mês deste ano, o estado teve um crescimento de 73%. Acreditamos que a facilidade para abrir um negócio, após várias ações de simplificação de procedimentos que diminui o tempo do processo de abertura e a possibilidade de realizar tudo de forma on-line, colaborou e impulsionou este cenário positivo. A expectativa é de que o ambiente de negócios siga em crescimento e com mais desburocratizações vindo por aí”, destaca a presidente da Jucesc, Renata Silva.

Em relação aos setores, o comércio varejista e atacado em geral e reparação de veículos automotores e motocicletas, assim como em 2021, segue como destaque.

Veja ranking completo dos setores ​

  • Comércio (varejo e atacado) e reparação de veículos: 1.922 empresas
  • Indústrias de transformação: 1.417 empresas
  • Construção: 1.314 empresas
  • Transporte, armazenagem e correio: 1.149 empresas
  • Outras atividades e serviços: 1.059 empresas
  • Atividades administrativas e serviços complementares: 992 empresas
  • Atividades profissionais, científicas e técnicas: 927 empresas
  • Alojamento e alimentação: 653 empresas
  • Educação: 514 empresas
  • Saúde humana e serviços sociais: 377 empresas
  • Serviços domésticos: 347 empresas
  • Informação e comunicação: 297 empresas
  • Atividades Imobiliárias: 173 empresas
  • Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados: 128 empresas
  • Artes, culturas, esporte e recreação: 111 empresas
  • Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: 91 empresas
  • Água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação: 38 empresas
  • Indústrias extrativas: 1 empresas
  • Eletricidade e gás: 1 empresas

Os microempreendedores individuais seguem também movimentando a economia catarinense. Só em janeiro, das empresas constituídas, 79,44% foram registros de MEIs. Seguido pela natureza jurídica Limitada (18,18%); empresário (1,76%); S/A (0,27%); entre outras.

As principais cidades do estado que mais abriram empresas em janeiro foram: Florianópolis (1.878), Joinville (1.694), Blumenau (1.031), Itajaí (903) e São José (813).

Para o secretário de estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, o saldo positivo na abertura de empresas é o reflexo da confiança e do otimismo do empreendedor no Estado, sinal de mais emprego e melhor qualidade de vida. “Em 2021, Santa Catarina teve o melhor resultado da história, ao gerar quase 168 mil empregos formais, sendo que quase 93% das cidades fecharam o ano com ampliação da oferta de vagas formais, ano que também foi marcado pela expansão no comércio exterior. A economia catarinense está aquecida, resultado de ações estratégicas, do trabalho em conjunto e de um sistema eficaz, que funciona para o investidor”, reforça.

Atualmente, Santa Catarina conta com 1.117.804 empresas ativas.

Balanço Nacional

O balanço nacional Mapa de Empresas divulgado pelo Ministério da Economia, em fevereiro, referente ao 3º quadrimestre de 2021 revelou que, Florianópolis (2º lugar) segue entre as capitais com menores tempos de abertura de empresas no período, ao formalizar novos negócios em menos de 1 dia (15 horas).

Dois municípios de Santa Catarina também estiveram no topo do ranking, ao apresentarem os menores tempos de abertura de empresas no terceiro quadrimestre de 2021: Mafra (4 horas e 4 minutos) e São José (4 horas e 18 minutos), no 1º e 2º lugar, respectivamente. A primeira cidade também se destacou nacionalmente com o menor tempo de viabilidade (1 hora e 34 minutos), 6º lugar.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Governo de Santa Catarina