Liliane Dias
Santa Rosa de Lima

Apesar de um novo cronograma ter definido para fevereiro o término das obras da estrada que liga Santa Rosa de Lima a Rio Fortuna, a SC-407, pode haver atraso neste prazo. A informação é do engenheiro responsável pela obra, Vilson Giassi, do Departamento de Estadual de Infra-estrutura (Deinfra). Ele explica que até é possível a conclusão em fevereiro, porém, se o clima ajudar – isso significa não chover demais e não surgirem novas questões burocráticas.

Até o dia 10 do próximo mês, a previsão é que 2,5 quilômetros dos 16,7 quilômetros estejam pavimentados. “Além disso, 90% da terraplanagem está pronta e toda a obra de arte (bueiros) finalizada”, detalha Vilson. Até o momento, foram investidos R$ 6 milhões na obra. E é possível que alcance a casa dos R$ 12,3 milhões até a conclusão.

Para o engenheiro, o trecho mais demorado é o acesso à comunidade Rio Bravo Baixo, onde o projeto original foi alterado. “Teremos que fazer toda a parte de aterro. São oito metros de largura e 700 metros de comprimento. Como é trevo, será preciso efetuar de três a cinco obras de arte”, justifica Vilson.

O engenheiro do Deinfra relata que quatro meses foram perdidos em virtude das chuvas. “Quando isso ocorre, precisamos aguardar pelo menos três dias para poder retomar o trabalho por causa do tipo de solo. Não é homogêneo. Não bate muito sol”, explica Vilson. Outro agravante foi o fato de as pedreiras terem ficado paradas quase seis meses. “Além disso, tivemos que trabalhar conforme a verba liberada pelo governo”, acrescenta.

Para tentar recuperar este tempo, há possibilidade de ser colocada outra frente de trabalho. “Nesse caso, uma equipe poderá cuidar da pavimentação e outra da regularização. Isso se não chover tanto. Caso contrário, a obra poderá atrasar, mas no máximo dois meses”, ameniza.