A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) alertou a necessidade de vacinação às pessoas que não se imunizaram contra o sarampo pelo risco de reintrodução do vírus. A vacinação é gratuita em unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), e é preciso tomar duas doses da vacina a partir de um ano de idade.

Na quarta-feira (20), o Ministério da Saúde confirmou 13 casos de sarampo em tripulantes de diversas nacionalidades dentro do navio MSC Seaview, que fez duas paradas em Santa Catarina. Em Balneário Camboriú, 1.113 tripulantes foram vacinados na segunda-feira (18). No retorno da embarcação para Santos, 10 mil viajantes foram imunizados.

Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, o último caso de sarampo em Santa Catarina foi registrado em 2013, em um paciente que tinha feito viagens internacionais. Em 2018, as metas de vacinação em adultos e crianças não foram atingidas no estado, segundo a Dive-SC.

A Dive-SC divulgou os números mais atualizados de cobertura vacinal, com relação a 2018. A tríplice viral cobre sarampo, caxumba e rubéola. Já a tetra viral (SCRV), as três doenças e varicela.

Sarampo

É uma doença contagiosa, causada por um vírus. É transmitida de pessoa a pessoa por tosse, espirro ou fala principalmente em ambientes fechados. As bolinhas vermelhas só aparecem alguns dias depois e a doença começa com tosse, coriza e febre.

Veja os sintomas:

Infecção nos ouvidos

Diarreia

Vômito

Hemorragia

Alterações neurológicas (convulsões e encefalites)

Pneumonia bacteriana secundária

Hepatite