São Joge do Oiapoque (Guiana)

Ao reunirem-se em São Jorge do Oiapoque, na Guiana Francesa, ontem, os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Nicolas Sarkozy, da França, disseram concordar em pontos como a entrada de países emergentes no G8, grupo que reúne os sete países mais ricos, mais a Rússia.

“O G8 precisa tornar-se algo mais que isso. Afinal, mesmo se não quisermos pensar em mais ninguém, é preciso considerar que existe uma China, uma Índia, um Brasil, uma África do Sul, países em ascensão que têm incidência na economia mundial, como tem os oito países que hoje integram o G8”, afirmou Lula.

Segundo ele, o Brasil e a França concordaram em democratizar os órgãos internacionais multilaterais. Sarkozy defendeu ainda o ingresso do Brasil no Conselho de Segurança da ONU. “A França deseja que o Brasil seja parte do Conselho Mundial de Segurança da ONU”, declarou.

Sarkozy também afirmou estar disposto a transferir a tecnologia necessária para que, ao menos, um submarino do tipo Scorpen seja construído no Brasil. “Eu disse ao presidente Lula que estamos dispostos a fazer com que um dos submarinos Scorpen seja fabricado aqui [no Brasil]”, comentou Sarkozy.