Bertoldo Weber
São Ludgero

Depois de uma conversa e trabalhos em escolas municipais, firmou-se uma parceria entre a secretaria de educação, cultura e desporto da prefeitura de São Ludgero e Mayane Mattei, 22 anos, graduada em educação física, para realizar um ano teste para a implantação de um projeto de dança gratuita. O ano nem terminou e mais de 300 crianças participam do programa que, a partir de 2009, deverá ser implantado definitivamente.

Mayane emociona-se com o projeto de dança, desenvolvimento para a conclusão do curso de educação física na Unesc. “Firmamos uma parceria para este ano e não esperava que a participação e interesse das crianças pela dança seria tão grande”, afirma.

O diferencial do projeto é que a dança é livre, ou seja, são criações próprias, que envolvem crianças e adolescentes, de dois a 16 anos. As aulas de dança são realizadas nas escolas municipais e no ginásio de esportes Lino Philippi. “Uma das regras é que as crianças precisam estudar. Estou feliz que, a partir de 2009, será uma das atividades extra-curriculares”.

A professora ressalta que, além de descobrir o seu próprio corpo e as qualidades dos movimentos, a dança livre desenvolve hábitos saudáveis que podem modificar futuras doenças e propiciar habilidades motoras, trabalhar diretamente as capacidades físicas, como movimento, expressão, musicalidade, criatividade e a socialização. Além disso, incentiva a prática de atividade física, desenvolve o conhecimento e o mundo da dança, os limites e a capacidade de aperfeiçoamento do aluno. “É ainda saudável para a coordenação motora, equilíbrio e flexibilidade, interação social com o grupo e fora dele e trabalha a auto-estima. Hoje, no ano teste, são mais de 300 crianças no projeto”, explica.

A primeira apresentação oficial ocorreu em Rio Fortuna, durante a semana da criança. “Foi um momento único e maravilhoso. Realizo-me a cada instante, a cada momento em que vejo as crianças evoluírem. Elas estão diretamente envolvidas e felizes por participar. É visível”, completa a professora.
A secretária de educação da prefeitura, Célia Bascherotto Buss, está impressionada com o trabalho. “A Mayane está de parabéns pelo trabalho desenvolvido com o projeto de dança”, conclui.