De 21 de março até o dia 25 deste mês, 57% das pessoas de São Ludgero que precisaram de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são da faixa etária entre 19 e 39 anos, 29% tinha idade superior a 60 anos e 14% entre 40 e 59 anos.

Até o dia 25, o município contabilizou um total de 349 casos confirmados. Destes, 52% são homens e 48% mulheres, observando um leve aumento de casos no sexo masculino, se comparado a semana anterior.

A faixa etária predominante é de 20 a 49 anos, totalizando 67% dos casos registrados. Os bairros com maior número de pessoas contaminadas são Bela Vista, Encosta do Sol e Centro, que juntos somam 55% dos casos.

Observa-se que o Bela Vista ultrapassou o Encosta do Sol no número de casos confirmados. Outro dado importante é o fato de o bairro Parque das Acácias estar apresentando aumento do número de casos confirmados.

A área mais atingida pertence ao ESF Margem Direita, onde 43% dos casos estão registrados. Em relação à evolução dos casos confirmados diários, percebe-se que houve um acentuado avanço no número de diagnósticos após a primeira semana do mês de junho, sendo esta evolução uma linha ascendente.

Na última semana analisada (19 a 25/07) houve 68 casos confirmados, representando um aumento de seis casos em relação ao total da semana anterior. A relação entre casos confirmados e recuperados não segue uma linear, com períodos de discrepância entre um dado e outro.

Porém, nesta última semana percebeu-se um aumento de casos recuperados e diminuição de casos ativos. Deve-se levar em consideração alguns aspectos ao analisar esta informação, entre estes o tempo que leva para chegar os resultados de exames.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul