Wagner da Silva
Santa Rosa de Lima

“Economizar é a palavra de ordem do presidente da câmara de vereadores de Santa Rosa de Lima, Nivaldo Vandresen (PP). Eleito em votação aberta (ele conseguiu cinco dos nove votos), Nivaldo afirma que administrará em conjunto com a mesa diretora, cuja formação conta com Suizete Vandresen Baumann (PT), como vice, e Jandira Schueroff Boeing (DEM), na vaga de secretária. “Todos os colegas, sejam os da situação, sejam os da oposição, terão oportunidade. Pretende desenvolver um trabalho harmônico e transparente”, adianta.

O legislativo de Santa Rosa de Lima iniciou os trabalhos há poucos dias. Antes, porém, o presidente reuniu a equipe técnica e administrativa da casa para se inteirar sobre os assuntos. “Nas partes de contabilidade e jurídica, percebi que poderemos economizar um bom valor. Fora isso, os gastos serão somente os necessários”, pontua o vereador.

Ainda que a casa tenha independência financeira, as reuniões são feitas em uma sala alugada. O presidente acredita que a economia poderá ser revertida aos cofres da prefeitura. “Através de um acordo verbal com o prefeito Celso Heidemann (PP), pretendemos apoiar financeiramente inúmeras entidades do município. “É preciso apoiar estas entidades que contribuem diretamente com o desenvolvimento da cidade e a qualidade de vida das pessoas”, destaca Nivaldo.

Para o presidente, a cidade terá um futuro promissor
O desenvolvimento turístico e auxílio à agricultura estão entre as pautas principais do prefeito de Santa Rosa de Lima, Celso Heidemann (PP), para os próximos quatro anos. A informação é repassada pelo presidente do legislativo, Nivaldo Vandresen (PP). Segundo o vereador, a administração projetou a cidade externamente e organizou a casa para atender aos anseios da população.

O próprio vereador exemplifica. Para isso, utiliza a pasta da agricultura: ”Através de um grande debate com a população, foi traçado um plano para os próximos dez anos. Isso dá rumo, motiva e traz resultados. Para os próximos quatro anos, o ponto chave será o meio rural”.

Paralelamente a isso, o perímetro urbano da cidade deverá ser revitalizado, dado o grande potencial turístico da cidade. “Também será investido pesado na frota de máquinas e veículos da prefeitura”, acrescenta. Segundo ele, para estas ações darem resultado e o município desenvolver-se de forma saudável, é necessário que os poderes executivo e legislativo estejam em sintonia.