#pracegover Na foto, paciente entubado em um leito de UTI
Foto: Banco de imagens Notisul

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 91,5%. Isso significa que até este sábado, dos 1.579 leitos existentes no estado, 135 estão livres e 1.444 estão ocupados, sendo 816 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19.

Com o alto índice de ocupação nas unidades de tratamento intensivo, os hospitais de Santa Catarina não dão mais conta de atender à demanda e os pacientes graves aguardam em leitos de emergência e enfermaria. Alguns deles não resistiram.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde até este sábado (27), 155 pessoas estavam na fila de espera por um leito de UTI, 90 estavam na lista como passíveis de transferência para outras regiões, caso abrissem vagas. A situação acontece em todas as macrorregiões do Estado (Chapecó, Joaçaba, Lages, Blumenau, Itajaí, Criciúma e Florianópolis.

A SES informou que os pacientes da lista de espera estão internados em enfermarias, pronto atendimentos (UPAs) e corredores de hospitais. Todos respiram com auxílio de ventilação mecânica, alguns estão até intubados.

Veja a situação de cada região:

Oeste (Chapecó) – 89
Meio Oeste (Joaçaba) – 15
Serra (Lages) – 4
Vale (Blumenau) – 1
Foz do Itajaí (Itajaí) – 4
Sul (Criciúma) – 4
Grande Florianópolis (Capital) – 12

Santa Catarina já registrou  4 mortes de pacientes que estavam na fila de espera por leito de UTI: 1 pessoa em Itajaí e 3 em Xanxerê.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul