Os recentes reajustes impostos pela Petrobras ao preço da gasolina nas refinarias tiveram, até o fim de novembro, pequeno impacto nos preços do combustível em todo o território nacional. 

O preço médio da gasolina comum no país em novembro foi de R$ 4,583 – alta de 0,59% em relação ao valor médio de outubro (R$ 4,556), conforme levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.

No dia 19 de novembro, em meio à valorização do dólar em relação ao real, a Petrobras elevou o preço da gasolina nas refinarias em 2,8%, depois de quase dois meses sem alterações no preço. Já no dia 27, promoveu novo reajuste, de cerca de 4%.

Com valor médio de R$ 4,975, o Rio de Janeiro registrou o maior preço entre os Estados. Já o menor preço foi registrado em Santa Catarina (R$ 4,188). Obtidos por meio do registro das transações realizadas em novembro com o cartão de abastecimento da própria companhia em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram a capital com gasolina mais barata é Curitiba (R$ 4,138), e a mais cara, Rio de Janeiro (R$ 4,965).

Gasolina mais cara do Sul está no RS

No Sul, a gasolina comum mais cara é encontrada no Rio Grande do Sul (R$ 4,49, em média). Santa Catarina é o Estado da região – e do país – com o combustível mais barato (R$ 4,188).

                                   Jan        Mai          Jun         Jul        Ago        Set        Out        Nov

Rio Grande do Sul    4,609     4,776      4,563     4,539     4,396     4,316     4,342     4,49

Paraná                        4,415       4,505      4,409     4,29       4,239     4,237     4,306     4,347

Preço médio             4,428     4,6405     4,385     4,4145   4,214     4,2        4,244     4,341

Santa Catarina         4,262     4,309       4,185     4,062     4,009     4,049     4,086     4,188