Em apenas cinco meses de funcionamento, a Sala do Empreendedor da Prefeitura de Imbituba, que é vinculada ao Sebrae e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turístico (Sedutur), já realizou 274 atendimentos à população. E, o que mais chama a atenção, é o número de novos Microempreendedores Individuais inscritos. Entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020, já são 33 novos MEIs criados na Capital Nacional da Baleia Franca.

O ramo alimentício foi o que mais registrou inscritos (7), seguido por transportes (3), bares (2) e comunicação (2). Dos novos Microempreendedores Individuais, sete são mulheres e 12 são homens. Entre 2019 e 2020, também foram realizadas três oficinas participativas (administração de pequeno negócio, controle de fluxo e caixa e como agir de maneira empreendedora), e cinco consultorias individuais (planejamento, finanças e marketing). Ao todo, 59 pessoas receberam as capacitações.

“Objetivo da Sala do Empreendedor é impulsionar o desenvolvimento dos empreendedores individuais e incentivar a formalização deles. Além disso, a nossa equipe presta consultoria aos novos empreendedores, através de treinamento especializado”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Carina Genovez Ferreira.

Andrei Coelho é carpinteiro e, quando soube da possibilidade de se tornar um Microempreendedor Individual, decidiu procurar logo o atendimento da Sala do Empreendedor. “Como eu trabalho como carpinteiro, às vezes, eu corro risco de acidente. Por isso, a formalização da MEI me deixa mais seguro em caso de um afastamento por motivo de saúde”, disse o novo Microempreendedor Individual.

A esposa de Andrei, Sheila Borges, é confeiteira e, incentivada pelo marido, também aderiu à formalização. Segundo ela, hoje, está bem mais fácil se tornar um Microempreendedor Individual em Imbituba. “Antes, não tinha tanta informação. Mas, agora, a gente consegue regularizar o trabalho sem qualquer burocracia”, reiterou a confeiteira.

Para o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior, a sala do empreendedor contribui para a desburocratização do trabalho e ajuda na agilidade do atendimento à população.