#Pracegover Na foto, à esquerda Mirlae à direita a professora Keli
Foto: Reprodução Facebook

Já foram identificadas as duas mulheres que morreram vítimas de um atentado à creche Pró-Infância Aquarela, na manhã desta terça-feira (4), em Saudades, no Oeste de Santa Catarina.

Mirla Amanda Renner Costa (20 anos) atuava como agente de educação na escola e Keli Adriane Aniecevski (30 anos), era professora.

De acordo com os Bombeiros, Adriane morreu na escola. Mirla chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional do Oeste, de Chapecó, e morreu em seguida.

Três crianças também morreram e ainda não foi divulgada a identidade delas. O que se sabe até o momento é que todas têm menos de dois anos.

Na manhã desta terça-feira um jovem de 18 anos estava com um facão, invadiu a creche e desferiu golpes contra as vítimas. Em seguida tentou tirar a própria vida cortando o pescoço. Ele ficou gravemente ferido e foi levado ao hospital de Pinhalzinho, a 11 km de Saudades.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul