Áries (21/03 a 20/04)
Momento importante para reorientar os relacionamentos, parcerias e acordos, ariano. Cultive os contatos, as amizades e perceba quem são as pessoas com quem tem real afinidade.

Touro (21/04 a 20/05)
Não perca a oportunidade de construir novas possibilidades e parcerias profissionais. Dia em que pode perceber alternativas a anteriores situações. Aja em nome da conciliação.

Gêmeos (21/05 a 20/06)
Um domingo para cultivar o afeto, a diplomacia, a ética e a estética. Sensibilidade e afeto contribuem para a aproximação amorosa. Importância das amizades.

Câncer (21/06 a 21/07)
Um bom relacionamento com os familiares poderá estimular também a relação amorosa. Equilíbrio emocional é fundamental.

Leão (22/07 a 22/08)
O Sol encerra hoje o ciclo anual pelo seu signo, iluminando o coração. Tempo de se aproximar das pessoas, de promover a harmonia.

Virgem (23/08 a 22/09)
Dia de finalizações e de percepção de energias emocionais e dos relacionamentos. A paz não significa ausência de conflito, mas a busca de conciliação e respeito mútuo.

Libra (23/09 a 22/10)
Vênus e Marte estão em seu signo, simbolizando uma nova energia emocional, libriano. Possibilidade de construir uma nova identidade, mais madura.

Escorpião (23/10 a 21/11)
Momento interessante para perceber possibilidades criativas, amorosas e profissionais. Finalização de alguns relacionamentos.

Sagitário (22/11 a 21/12)
Foco em amizades, relacionamentos, grupos e participação renovada na sociedade. União e comprometimento em projetos coletivos se mostra essencial.

Capricórnio (22/12 a 20/01)
Conscientização das emoções, relacionamentos e mudanças necessárias. Os temas mais importantes são relacionamento, parceria, equilíbrio, conciliação, harmonização.

Aquário (20/01 a 19/02)
A Lua está em seu signo, indicando um dia de energia emocional e libertária. Tempo de se permitir novas experiências e horizontes, tendo a ética como guia nessa jornada.

Peixes (20/02 a 20/03)
Questões emocionais e financeiras deverão ser redefinidas nos relacionamentos. Energia que pede conciliação, mas sem que haja a fuga.