De acordo com o serviço de emergência ucraniano, pelo menos dez pessoas morreram e 20 ficaram feridas nesta terça-feira (1º), após bombardeio de tropas russas a Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia.

O exército russo afirmou, nesse sexto dia de conflitos com a Ucrânia, que vai atacar a infraestrutura dos serviços de segurança ucranianos na capital Kiev e pediu que moradores abandonem suas casas.

“Para deter os ataques virtuais contra a Rússia serão realizados ataques com armas de alta precisão contra a infraestrutura tecnológica do SBU [serviço de segurança] e o centro principal da Unidade de Operações Psicológicas em Kiev. Pedimos aos habitantes de Kiev que moram perto dos centros de retransmissão que abandonem suas residências”, afirmou o porta-voz do ministério russo da Defesa, Igor Konashenkov.

As tropas russas avançam com um comboio de 64 km de comprimento rumo à capital do país, Kiev. A resistência local deve ter problemas para conter os russos.

Desde o começo dos conflitos entre Rússia e Ucrânia, Vladimir Putin deixou claro que o objetivo é a capital ucraniana e deseja derrubar o governo de Volodymyr Zelenski, com o mínimo de danos civis.

Segundo a Acnur (Agência da ONU para Refugiados), 660 mil pessoas fugiram da Ucrânia para países vizinhos nos últimos dias. Até o momento, todos os países vizinhos estão com fronteiras abertas para os refugiados. A maioria das pessoas fugiu para Polônia, Hungria, Moldávia, Romênia e Eslováquia.

Zelensky pede ajuda

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski conversou nesta terça (1º) com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, e pediu ajuda para proibir os voos de aviões russos pelos céus da Ucrânia.

“Falei sobre os ataques que os russos fizeram contra bairros de cidades ucranianas durante as negociações de paz, enfatizei a necessidade de proteger o céu da Ucrânia”, disse ele.

Segunda rodada de conversas

Uma segunda rodada de conversas entre representantes de Rússia e Ucrânia acontece nesta quarta-feira (2), de acordo com a segundo a agência de notícias russa Tass, para tentar interromper a invasão do território ucraniano.

A primeira rodada de negociações ocorreu na segunda (28) e não teve resultado definitivo sobre um cessar-fogo imediato.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais