Alagamentos são uma constante em Braço do Norte há décadas. A solução está na conclusão do projeto de macrodrenagem, em execução no município - Foto: Divulgação

Algumas ruas de Braço do Norte viraram rio entre o fim da tarde e o começo da noite desta terça-feira (22). Diversos vídeos tomaram conta das redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas em pouco minutos. Não é de hoje que a população do maior município do Vale sofre com este tipo de situação.

O próprio prefeito Beto Kuerten Marcelino admite: “Isso é um problema recorrente e que ocorre há décadas na cidade”. O sistema de drenagem, quando existe, não suporta a quantidade de água. Ainda mais quando a chuva ocorre intensamente em um curto espaço de tempo, justamente o registrado nesta terça. A solução? O prefeito também responde: o nome da solução para isso se chama macrodrenagem. Não há outro caminho. Por isso que desde o ano passado trabalhos forte na infraestrutura. São melhorias e obras que estão em andamento e certamente irão evitar situação como esta”, afirma Beto.

Desde o ano passado a prefeito executa as obras programadas no Projeto de Macrodrenagem de Braço do Norte. Paralelamente, é realizado um trabalho continuo de limpeza e desassoreamento dos córregos que cortam o município. “Este tipo de ação sempre terá que ser feita, pois a água precisa passar por algum lugar. Mas com um novo sistema de drenagem, dimensionado para a nova realidade da nossa cidade e implantado em pontos estratégicos, conseguiremos praticamente zerar este tipo de ocorrência que gera um transtorno se tamanho para as pessoas”, explica o prefeito.

Em 2021, o pleito para executar a totalidade da macrodrenagem foi feito para o Governo do Estado. O valor total estimado é de R$ 11.902.710,00. São três etapas que preveem melhorias no sistema de drenagem, pavimentações e outras obras de canalização, desvio de córregos e outras melhorias para evitar alagamentos e enchentes no município. Das três etapas, a principal delas é o canal de desvio na rua Raulino Horn, considerado o ponto mais crítico da cidade. A obra consiste em criar um novo direcionamento para dar vazão à água no córrego Santa Augusta.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul