Wagner da Silva
Braço do Norte

As condições das estradas estaduais foram o foco da discussão da reunião do conselho político empresarial, realizada na Associação Empresarial de Braço do Norte (Acivale). “Sinto-me envergonhado de discutir aqui a manutenção de rodovias”, disparou o presidente da associação anfitriã, Sílvio Bianchini.

Segundo o apresentado na reunião, as rodovias do sul do estado, com exceção das recém asfaltadas, estão deterioradas. O trecho entre Gravatal e Tubarão, da SC-438, foi um dos citados. Há mais de dez anos a rodovia recebeu novo asfalto, mas o volume de veículos pesados tem acelerado o processo de deterioração. Porém, não é feita a manutenção. Quando muito, é realizada uma operação tapa-buracos.

O secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha (PSDB), não fugiu do compromisso e enfatizou a necessidade de eleger prioridades. “Não temos como abraçar todas as causas de uma só vez”, considerou.
A sugestão foi criar um plano estadual de ações. “Volto a afirmar que o governo deve ter um plano de manutenção constante de rodovias. Este é um assunto que não deveríamos estar discutindo”, criticou o presidente da Acivale.

O agendamento de uma audiência com o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) foi proposta, mas ainda não há confirmação se isso será possível. Os líderes empresariais e políticos pretendem que esta reunião ocorra antes do dia 23 do próximo mês, quando será feito um novo encontro da conselho político empresarial, em Jaguaruna.