Empresa responsável pelo projeto de iluminação recebeu autorização nesta terça-feira.

Capivari de Baixo

Em visita à região ontem para vistorias na SC-370 e nas obras da rodovia Ivane Fretta Moreira, em Tubarão, o presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Wanderley Agostini, disse que, na terça, entregou a ordem de serviço para a empresa fazer a elaboração do projeto de iluminação da nova rodovia.

A obra na Ivane Fretta Moreira, no geral, está 80% concluída, mas o governo do Estado prefere não determinar prazos, por causa de pendências envolvendo indenizações.

De acordo com o presidente do Deinfra, o procurador Marcello José Garcia Costa Filho esteve na quarta-feira em audiência com o juiz da 1ª Vara Civil de Tubarão realizando o pedido de consideração em relação à desapropriação de terrenos situados no trajeto da rodovia.

“Existe apenas uma área ainda na justiça e agora, depois dessa audiência, esperamos a sensibilidade do juiz para que a empresa tenha liberdade para abrir outros campos de trabalho e avançar ainda mais. Vamos aguardar a manifestação dele”, relata Agostini.

O presidente do Deinfra esteve acompanhado do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Tubarão, Nilton de Campos. Segundo Agostini, a obra da rodovia vai desafogar uma parte do trânsito do Centro. “O trânsito vai ser desviado, esse tráfego vai para uma rodovia moderna, em um local de difícil execução de engenharia. Mas a obra não para”, declara o presidente.

Moradores reclamam ao Deinfra
Na rodovia SC-370, Agostini verificou as situações relatadas pela comunidade. “Recebemos o pedido de vistoriar a rodovia e agora vamos levar as situações para que possamos em breve dar uma resposta a esses pedidos”, garante.