#Pracegover Na foto, mulher com um
Foto: Reprodução

Em Rio dos Cedros, um farmacêutico salvou a vida de uma mulher que entrou na farmácia e mostrou um “X” desenhado na mão na cor vermelha. O sinal é um pedido de socorro de mulheres vítima de violência doméstica.

A mulher de 40 anos estava com a filha de 10 anos. Elas estavam acompanhadas do agressor, que as esperava no carro. O farmacêutico, que recebeu treinamento para situações como estas, imediatamente chamou a polícia.

As duas ficaram dentro da farmácia até a chegada da polícia, assim que o homem viu a movimentação acabou fugindo.

De acordo com a mulher, ela e a filha eram ameaçadas de morte pelo homem, e isso acontecia há bastante tempo, porém, ela nunca conseguiu denunciar.

A polícia foi até a casa do suspeito e apreendeu uma espingarda e munições. Mãe e filha agora recebem proteção da Polícia Civil.

O sinal do “X”

O “x” vermelho desenhado na mão faz parte do serviço ‘Sinal Vermelho’, criado pelo Conselho Nacional de Justiça. O serviço treina funcionários de farmácias e drogarias para receberem denúncias de violência doméstica e encaminhar o caso para a polícia.

A vítima pode dizer ao atendente “preciso de uma máscara roxa” ou mostrar um “X” desenhado na mão, ou em um papel.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul