O estado já foi parceiro financeiro na elaboração do projeto, quando repassou R$ 300 mil
O estado já foi parceiro financeiro na elaboração do projeto, quando repassou R$ 300 mil

 

Zahyra Mattar
Braço do Norte
 
A busca por recursos para viabilizar a construção do novo prédio do Hospital Regional Santa Teresinha, em Braço do Norte, prossegue. Ainda que o estado já tenha garantido auxílio financeiro, são necessários pelo menos R$ 15 milhões para começar os trabalhos. O investimento para concretizar todo o projeto é estimado em R$ 28,8 milhões.
 
Ontem, em Brasília, mais um passo para conseguir o suficiente foi dado. A diretora geral da instituição, Maria Celir Tenfen, a Zê, entregou o projeto ao secretário-executivo de articulação nacional do estado. O objetivo é buscar R$ 8,8 milhões junto ao Ministério da Saúde.
 
“Acredito que conseguiremos a audiência no ministério já no começo do próximo ano. Se tudo der certo, há chance de a obra começar em 2012”, valoriza Zê.
 
O HST já possui um terreno para construir a nova sede. O espaço foi doado pelo empresário Edésio Oenning. São dois hectares próximo à SC-438, no bairro em Rio Bonito.
 
O projeto prevê um pronto socorro (para urgências e emergências), centro cirúrgico com quatro salas, centro obstétrico com quatro salas, UTI adulto com 11 leitos, um centro clínico com dez consultórios, unidade psiquiátrica com 26 leitos, centro de diagnósticos e 123 leitos para internação.
 
Hoje, a instituição atende três mil pessoas por mês. Com a nova sede, mais de 150 mil pessoas poderão contar com os serviços, principalmente em especialidades de média complexidade.