Andréa Raupp Alves
Tubarão

Os pais que não conseguiram matricular os seus filhos para este ano letivo terão a última oportunidade esta semana. Desde ontem, as escolas da rede estadual de ensino estarão abertas para a realização de rematrículas, inclusão de novos alunos e transferências de estudantes de outros municípios ou estados.

A Amurel conta com 89 escolas estaduais, que atendem aproximadamente 50 mil alunos. Os colégios estarão abertos nos períodos matutino, vespertino e noturno – de acordo com cada instituição. Josiane Claudino, secretária da Escola de Educação Básica Henrique Fontes, no bairro Humaitá, revela que o movimento de matrículas no primeiro dia foi intenso e algumas séries estão com as vagas completadas.

“Ainda temos vagas para algumas séries do ensino fundamental, como a primeira, segunda, quarta, sétima e oitava série”, informa. A procura maior é de alunos do município que querem trocar de colégio.
Todas as escolas são orientadas a obedecer o critério de zoneamento. Desta forma, as vagas são garantidas para os moradores do bairro ou se for próxima ao local de trabalho dos pais. O período de rematrícula segue até esta sexta-feira.

Como fazer

Para garantir a vaga, o pais ou responsáveis pelo aluno precisa levar, para as séries iniciais (ensino fundamental), a carteira de vacinação do estudante ou declaração assegurando que o estudante está em dia com suas vacinas; certidão de nascimento ou Registro Geral (RG) da criança. Os pais devem ficar atentos quanto à idade dos filhos, pois, para ingressar no ensino fundamental, a criança deve ter 6 anos ou completar esta idade até o dia 1º de março deste ano. No ensino médio, é preciso ter em mãos certidão de nascimento ou carteira de identidade, além do documento de escolaridade do ano anterior.