Tubarão

A reforma do colégio Senador Francisco Benjamin Gallotti, no bairro Oficinas, em Tubarão, inicia este mês. A ordem de serviço para a Sanero Construções, empresa vencedora da licitação, foi assinada ontem pelo secretário de desenvolvimento regional Haroldo Silva (PSDB), o Dura, e a gerente de educação Teresa Cristina Meneghel.

O investimento, R$ 748.706,68, é inteiramente do governo do estado. “Esta é uma realização pessoal desde que assumi a regional em Tubarão. Esta reforma é urgente há anos. Finalmente, iniciaremos esta obra”, comemora Dura.

A primeira licitação para a obra, aberta em junho, teve que ser cancelada e um novo edital foi lançado. A decisão, tomada em comum acordo entre a secretaria regional e a direção do colégio, foi necessária por conta de vários problemas verificados no projeto anterior.

O prédio, antigo, não recebia uma reforma há muitos anos. O terceiro piso do local está interditado pelo Corpo de Bombeiros desde o ano passado. As obras contemplam uma reformulação da estrutura hidráulica e elétrica, pintura, troca de piso e janelas, entre outras melhorias urgentes.

Primeiramente, está acertado que estudantes do período matutino e vespertino serão transferidos para salas do bloco pedagógico da Unisul, no bairro Dehon. O estado garantirá o transporte escolar. Os alunos da noite terão aula na escola vizinha ao Gallotti, a Visconde de Mauá, também no bairro Oficinas.