Tatiana Stock
Tubarão

Inaugurada em Tubarão, no bairro Oficinas, um pouco antes do Natal de 2008, a igreja Amigos de Cristo é resultado de muita fé, criatividade, força de vontade, persistência e cidadania. Foi a transformação do “lixo que não é lixo” em um templo ecologicamente correto. Em quatro meses, o eletricista, pastor e fundador da organização Jeremias Ferreira, com o auxílio de amigos e voluntários da comunidade, construiu uma igreja inusitada com mais de dez mil garrafas pet.

Antônia Vergolino Medeiros, vizinha da igreja, tem três filhos. Todos ajudaram. “Cada um deu R$ 10,00 para ajudar no cimento e sempre que dava trazíamos garrafas”, conta ela assim. Ninguém imaginava como a obra poderia dar certo. “Nunca tinha visto algo desse tipo, quando vi não acreditei. Foi muito rápido e deu certo”, empolga-se a dona de casa.

Para muitos, a construção representa um exemplo de alguém que acreditou em um sonho e foi até o fim. Pierre Lopes da Conceição, 18, ajudou desde o início e hoje orgulha-se pela construção ecológica. “A galera sempre questionava se o pastor conseguiria terminar a igreja. Alguns acreditaram na força de vontade dele e ajudaram o quanto puderam”, relata. O jovem, que passou várias manhãs e tardes entretido na coleta e construção, recorda que houve dias em que Ferreira trabalhava até a meia-noite.

Foram economizados cerca de R$ 8 mil na troca de tijolos por pet. A vantagem da transparência do plástico traz iluminação a toda a igreja e constrói um mosaico de cores. Além das garrafas, a estrutura é composta por cimento, telha e um toldo feito com o paralama de uma carreta.